¡Ya no te pertenece!


No mundo das câmeras Wi-fi. 
Caprichou na make, nas poses. 
Postou suas fotinhas.
Qualquer um pode ver. 
Cuidado!

Se comprou um Smartphone usado ou ganhou de presente, mesmo novinho, com filme plástico da embalagem inviolável, pode ser que nas entranhas de seu sistema operacional habite um  imperceptível aplicativo   R A S T R E A D O R    e mesmo a formatação de fabrica, outrora prudente iniciativa, não os apaga. Estão enraizados na base do sistema.

Não! Não critique quem lhe vendeu ou presenteou, com exceção de pais e empregadores zelosos ou cônjuges desconfiados, quem recebe estes aparelhos não tem ideia de que estranhos estão “vigiando, gravando, copiando dados”, mesmo longe da rede. Quando conectados a internet enviam todos os arquivos modificados.

Nunca entendi muito bem, porque minha vida intima, privada, era comentada, por pessoas que não conhecia e que não eram de meu convívio particular, algumas de maneira áspera e ruidosa. Sou um pessoa de vida e aparência comum, de família simples, classe média, educada. Pesquisei muito em busca de respostas e uma delas é esta.

De longe, todos os que detém a senha do aplicativo rastreador tem acesso a estes dados. Muito, muito cuidado com estas engenhosas maquininhas, que substituíram a maioria dos equipamentos que carregávamos e outros tantos, que nem fazíamos ideia que utilizaríamos.  Mas na minha novela da vida real, já troquei de chip, de operadoras, testei em localidades diferentes, crio e troco regularmente senhas de 20 dígitos com letras minúsculas e maiúsculas, caracteres especiais, chave 2FA, até perceber que o login é interceptado e que não há muito o que fazer, aprender um pouco sobre sistemas operacionais, que não era meu foco, talvez.

Não emprestem o aparelho para terceiros. Podem instalar estes aplicativos, transformando sua vida particular em pública.

Muitas pessoas estão sendo “monitoradas a distancia”, pelos mais variados interesses, com link de acesso ao telefone, vendido a preços variados, de acordo com as “suas qualificações” ou “dotes físicos”. O aparelho na mão, por toda a parte, revela a pessoa, seus convivas, os ambientes, os sons, localidades, intimidade, segredos profissionais. Qualquer coisa! As pessoas são separadas em grupos, tem classificação e cada uma sua pontuação.

Se os aparelhos passarem para outras mãos, voluntária ou involuntariamente, dependendo do interesse de quem controla as gravações e arquivos de dados, continuarão a compartilhar tudo.

Pessoas de poucos recursos logo percebem, que o saldo de dados desaparece rapidamente. Quem tem conta paga, com boa franquia ou na banda larga, não perceberá facilmente.

É um assunto chato e delicado, em que todos nós podemos ser vitimas. Espero que nunca aconteça com ninguém.

Podem misturar dados reais com teatro. Usar seus dados reais, com atores de baixo nível, roubando sua identidade, fazendo-se passar por você em lugares que nunca frequentou. Enganando terceiros como se fosse você.

Enquanto uns estão trabalhando e buscando a cura, a solução de todas as mazelas do planeta em sua complexidade contemporânea, outros estão colocando energia, investindo errado e tentando salvar-se, colocando o outro a perder, por ganância, poder ou maldade.

Por uma vida de intelecto saudável. Ok!?

😐

Sobre Jarcy Tania

Professora aposentada, arte-educadora, artista plástica brasileira.
Esse post foi publicado em Computadores e a Internet, cultura, educação, Familia, Notícias e política, Organizações e marcado , , , . Guardar link permanente.

Obrigada por comentar. Volte sempre!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.