Nada mais precisa ser dito.

“Balada Para um Ex-Amor”, de Oswaldo Montenegro.

Fala da sua dor, que eu conto o que passei
O tempo passou por nós como o vento
Quebrando o telhado que abriga a esperança
Ri desse nosso amor meio bandido e rei
Fala com a minha voz
Quero ver nosso passo trocado bailar nossa dança
E você sabe que me preparou pra paixão que virá
Pode ser que machuque o coração não poder mais voltar
E serenos de tanta dor, esgotados de tanta paz
Nos veremos de longe
E a cor do passado não existe mais
E tudo o que não durou era pra não durar
Leva o que te restou
Que comigo eu levo o que cabe e não pesa e nem cansa
E tudo o que não falou era pra não falar
E tudo o que nos sobrou é o espaço onde a gente não cabe
E a memória não alcança mais

E serenos de tanta dor, esgotados de tanta paz
Nos veremos de longe
E a cor do passado não existe mais
E tudo o que não falou era pra não falar
E tudo o que nos sobrou é o espaço onde a gente não cabe
E a memória não alcança mais

👏👏👏

Anúncios

Sobre Jarcy Tania

Professora aposentada, arte-educadora, artista plástica brasileira.
Esse post foi publicado em Arte, cultura, Música e marcado , , . Guardar link permanente.

Obrigada por comentar. Volte sempre!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.