Somos parte da natureza e sentimos falta de estar em harmonia com ela.

 

Jardim japonês

 Jardim do Palácio Imperial do Japão

A paisagista Maria Cecília de Medeiros Prado, em sua viagem ao Japão, teve a oportunidade de vivenciar a espiritualidade do jardim japonês. Ela esteve nos principais jardins da Terra do Sol Nascente, inclusive nos jardins do Palácio Imperial, em Tóquio. Mas o que mais a impressionou, e que ela tem vivo na memória e no coração é o jardim japonês do Templo Ryoanji em Kyoto.

 Templo Ryoanji

“Por um acaso do destino entabulamos prosa com uma historiadora no local que nos contou que este templo havia sido um Monastério onde os estudantes candidatos tinham que aprender as lições da natureza. A história tocante que nos foi contada: os candidatos a monge deveriam sentar-se defronte ao jardim treinando seu silêncio e imobilidade pelo maior tempo possível para depois voltarem-se ao mestre e dizer o que haviam percebido. Ao voltar ao mestre, este os induzia a perceber o que a natureza havia lhes ensinado. Durante o dia, com a movimentação do sol, as sombras das pedras no pedrisco branco iam formando sombras fantasmagóricas que mudavam durante o decorrer do dia. Deste acontecimento o mestre mostrava aos discípulos que, por mais negras que sejam algumas sombras em nossa vida, elas também se modificam e, a seu tempo, desaparecem”, diz Cecília.

O projeto do jardim japonês norteia-se nos princípios da filosofia Zen como: simplicidade, naturalidade, serenidade, transcendência do convencional e assimetria. Existem vários tipos de jardim japonês:

Jardim Japonês Karesansui – Jardim de pedras e rochas

 Jardim do Templo Rioanji

São planos podendo ter elementos vivos ou apenas pedras e rochas. O melhor exemplo do jardim japonês de pedras e rochas esta na cidade de Kyoto, no Japão, no Templo Rioanji (Templo do Dragão Pacífico). Ele tem forte influência do zen-budismo e servia de palco para a meditação dos monges. Quem visita este jardim japonês Karesansui fica intrigado: o que faz com que os visitantes sintam uma sensação de paz e tranquilidade?

Estudos feitos por uma cientista visual americana da Universidade de Rutgers, Ilona Kovacs, demonstrou que o cérebro humano usa linhas simétricas para entender e dar sentido às formas. Posteriormente, os cientistas Gert van Tonder, da Universidade de Kyoto, e Michael J. Lyon, cientista sênior da ATR de Kyoto, estudaram muito a estrutura deste jardim japonês e chegaram à conclusão que o efeito calmante do ambiente vem das características estruturais ocultas nos espaço entre pedras.

O jardim japonês do templo Ryoanji é um retângulo forrado com cascalhos brancos onde, estrategicamente, existem 15 pedras de vários tamanhos dispostas em trios. De qualquer ângulo de visão apenas 14 pedras são vistas; a décima quinta só é vista por quem atingir a iluminação. Três lados deste jardim têm muros baixos e o quarto lado uma varanda que serve de ponto especial de observação. Deste ponto é possível perceber as imagens entendidas e processadas pela mente, mas invisíveis a nossos olhos.

Este tipo de jardim japonês é destinado à meditação e adoração. Seus ensinamentos são sempre passados de mestre para discípulo.

Jardim Japonês Chaniwa – Jardim de chá

 Jardim japonês de chá

O jardim japonês Chaniwa é feito no entorno dos pavilhões de chá, com pedras-guia que demarcam o caminho para chegar ao local da cerimônia de chá. Lanternas de pedra (toro) são colocadas estrategicamente para iluminar a mente e induzir à concentração àqueles que se encaminham para o pavilhão do chá. Na entrada onde a cerimônia do chá acontece, encontra-se os tsukubais (local onde os participantes da cerimônia do chá se purificam). Internamente, os jardins de chá são simples.

 Cerimônia do chá japonesa

Em uma pequena área podemos fazer um jardim japonês chaniwa ou jardim de chá. O caminho deve ser prolongado por meio de curvas, pois segundo a tradição, oscaminhos sinuosos impedem que os maus espíritos adentrem ao jardim, além de dar a impressão de amplitude

Jardim Japonês Tsukiyama

 Jardim Tsukiyama - fontes, pontes, lagos e árvores

Jardim Japonês Tsukiyama – reproduz a natureza montanhosa com desníveis, riachos, cascatas, lagos e fontes. São os jardins do paraíso, jardins naturais ou jardins de passeio.

Este jardim japonês tem como objetivo ressaltar as características da natureza, por meio da harmonia, apesar de ser feito pelo homem. Este exemplo de jardim japonês pode ser de vários tamanhos: o grande para passeios e o pequeno para ser apreciado da varanda.

As montanhas são representadas por arranjos de pedra ou montes de terra. Pode haver um lago simbolizando o mar. As árvores, arbustos e flores devem ser dispostos em harmonia para retratar a natureza com ar espiritual.

Jardim Tsukiyama

Podemos dizer que o amor é um exercício de jardinagem porque é preciso preparar o terreno, semear, regar, tirar as ervas daninhas e cuidar das pragas e doenças que eventualmente apareçam. O jardineiro tem que ter paciência e jamais abandonar seu jardim, mesmo que haja seca ou um exagero de chuvas.

Transpondo o ensinamento da natureza, representada no jardim japonês, para a vida dos homens podemos dizer que um relacionamento duradouro passa por todas estas etapas onde cada um deve valorizar, respeitar, admirar e compreender seu companheiro, aceitando-o como ele é, com afeto e ternura.

O jardim japonês é idealizado na procura do eterno e do espírito e quem nele entra, deve ter a impressão de entrar em um templo de meditação. Agora conheça outras sugestões para montar o seu jardim.

 

Fonte: http://bbel.uol.com.br/decoracao/post/jardim-japones-e-seus-misterios.aspx

 

Anúncios

Sobre Jarcy Tania

Professora, arte-educadora, artista plástica brasileira.
Esse post foi publicado em Arte, cultura, educação, Meio ambiente, Saúde e bem-estar e marcado , , , . Guardar link permanente.

Obrigada por comentar. Volte sempre!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.