Estastísticas

gatos_cora-ronai

 

Comentário de Sonia Marini (SBC) 25/06/2008 08h28
SAO BERNARDO DO CAMPO / SP

João teve um lauto café da manhã. Pão, queijo, presunto, café, leite, suco de frutas. No almoço arroz, feijão, bife, batatas e uma porção farta de salada variada. De sobremesa, uma fruta.No meio da tarde fez um lanche e no jantar fartou-se.
O Zé, morador de rua, não come NADA desde ontem.
Na MÉDIA, estão ambos bem alimentados.
Pergunte ao Zé o que o estômago dele pensa sobre médias!
Qualquer pessoa que tenha estudado matemática mais a fundo, sabe perfeitamente bem: os números, se bem torturados, podem dizer QUALQUER COISA!

http://www1.folha.uol.com.br/folha/educacao/comentarios/salario_dos_professores_all-1.shtml

 

Somos uma estatística!

Nossa escola tem (ao menos assinando o ponto) dois professores de manhã, 3 a tarde e nenhum a noite trabalhando. Está classificada como escola não participante da greve, escola em funcionamento.

Alguns alunos se comunicaram pela internet, contando que alguns poucos aparecem na escola. Como a mídia não tem mostrado muita coisa, alguns pais desatentos não perceberam que o movimento é muito sério. Creio que este projeto de progressão continuada deve acabar de vez. Até mesmo o Estado precisa classificar seus professores medindo seu conhecimento na área por avaliações e querem que os alunos, 35, 40 por sala, aprendam "cada um por seu tempo e disposição", comportando-se com "colaboração, respeito e interesse" os colegas de classe,  atingindo todos ao final de cada módulo os conteúdos do padrão curricular, a compreensão de cada assunto, isso com um só professor na classe para atende-los.

Os professores de arte, uns gatos pingados que ainda insistem, como artistas, mostrar o mundo com um outro olhar e estão cada vez mais longe das salas de aula, os que ficam normalmente são professores de outros seguimentos, que vêem na falta de material humano oportunidade de encontrar lugar ao sol, com estabilidade. As crianças percebem a diferença, a paixão do professor inspirado, motivado por suas convicções pessoais, no entanto, para fins educacionais, somos parte de uma estatística desfavorável, de gente que não tem disposição a pesquisa e se recusa a aprender e reaprender com o novo.

Estou pronta e deixar de lado a educação in loco. Vamos ver as oportunidades que hão de surgir.

Anúncios

Sobre Jarcy Tania

Professora, arte-educadora, artista plástica brasileira.
Esse post foi publicado em Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Estastísticas

  1. Sonia disse:

    Cara Jarcy,
     
    Grata pelo destaque que meu  indignado comentário feito na folha, teve em seu blog.Abraços
    Sônia

Obrigada por comentar. Volte sempre!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.